Prof. Edgar Pimentel, do Departamento de Matemática, toma posse na Academia Brasileira de Ciências

Nesta segunda, dia 03 de maio, às 16h, o Prof. Edgard Pimentel, do Departamento de Matemática do CTC/PUC-Rio, será diplomado Membro Afiliado da Academia Brasileira de Ciências (ABC). Pimentel foi eleito para o período de 2020 a 2024 e passa a fazer parte da mais renomada comunidade científica brasileira. A eleição é anual e só concorrem nomes indicados pelos Membros Titulares da ABC.  

A data do evento, que não pôde ser realizado em 2020, coincide com os 105 anos da Academia. ADiretoria da ABC e autoridades da área de Ciência, Tecnologia e Inovação estarão presentes na Cerimônia de Recepção dos Membros Afiliados da ABC 2020-2021, que será transmitida ao vivo pelo YouTube da ABC.  

Ele conversou com a equipe de Comunicação do CTC e contou um pouco mais dessa novidade:  

  • Como se sente fazendo parte da ABC? 


A eleição como Membro Afiliado da ABC é uma distinção que muito me honra. É claro que fico muito lisonjeado com isto. Mas o sentimento principal é de responsabilidade. A profissão de cientista em um país com um sistema científico recente, onde ainda há muito por desenvolver e amadurecer, envolve atividades que transcendem a agenda de pesquisa de cada um. Além de perseguir a excelência em nível internacionalmente competitivo, deve-se atuar localmente e participar da construção e manutenção de uma comunidade científica no país. A eleição para a ABC é um chamado a tomar parte neste esforço coletivo e tão urgente. 

  • Como seu deu a sua aceitação? 

A Academia tem um processo anual de eleição, em que Membros Titulares recomendam a consideração de nomes que parecem fazer sentido no contexto da ABC. Eu costumo brincar que tenho amigos e amigas muito melhores do que mereço e acho que a eleição para a ABC é uma manifestação disto. 

  • Quais das suas características e conquistas até agora foram determinantes, na sua opinião, para ser aceito na ABC? 

Eu acho esta pergunta difícil. Principalmente porque muito/as do/as profissionais que eu conheço operam em termos parecidos. Eu gosto de estudar problemas que interessam às pessoas na minha área, na arena internacional. Isto acaba por colocar nossa agenda na órbita de coisas muito interessantes e, com algum trabalho, a gente acaba por aprender coisas divertidas. Por outro lado, eu trabalho de modo a envolver meus alunos e minhas alunas nas coisas que eu faço, e gosto de colocá-lo/as em contato com as pessoas com quem eu interajo. Acho que olhar pra fora pra entender as classes de problema que precisam ser atacadas, e operar localmente no contexto de um grupo forte de estudantes é uma característica da minha maneira de trabalhar. Se alguma coisa é determinante — em qualquer aspecto da minha carreira — acho que esta dinâmica sem dúvida é a mais evidente hoje. 

  • De que forma pretende interagir com os demais membros? 

Meu plano é aprender tudo o que eles quiserem ensinar, e o que eles não quiserem ensinar também. O espaço da Academia é um lugar em que deve se discutir ciência em sentido amplo e pretendo interagir com meus colegas através desta agenda.  

  • De que maneira isso impacta em sua carreira profissional? 

Minha ambição é resolver problemas mais difíceis. Espero que isto me ajude a trabalhar de maneira cada vez mais qualificada.  

Monday, May 3, 2021
Carregando