Engenharia Ambiental

O curso de Engenharia Ambiental é intrinsecamente interdisciplinar, oferece uma sólida formação em tecnologia, gestão e legislação ambiental. O projeto pedagógico do curso foi concebido para formar profissionais capazes de pensar globalmente e agir localmente. Os alunos são habilitados a aplicar os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula na solução de problemas ambientais, como também na internacionalização do ensino de engenharia. A internacionalização é consumada através dos programas de intercâmbios e dupla diplomação com instituições de prestígio na Europa, sendo que, em alguns casos, com bolsa da CAPES para a Holanda ou com apoio do DAAD do Governo Alemão.

Informações adicionais em:

Engenharia Civil

O aquecimento da indústria de construção civil, o investimento em grandes obras e a alta produtividade do setor petrolífero consolidam a inserção do engenheiro civil no mercado de trabalho. O programa de graduação da PUC-Rio, muito bem classificado internacionalmente, estabelece uma forte base em matemática e ciências básicas, em ferramentas de engenharia, projeto, gerência e produção, e aplicação de tecnologias de Engenharia Civil. O curso oferece formação ampla e possibilidades de ênfase nas áreas de Estruturas, Geotecnia e Ambiental.

Os estudos em Estruturas habilitam ao projeto e à construção de edifícios, pontes e grandes estruturas, utilizando concreto armado, concreto protendido, aço e novos materiais. Já a Geotecnia atua no estudo do comportamento de solos, rochas e novos materiais geotécnicos para implementação de projetos e solução de obras associadas à contenção de encostas, fundações, túneis, escavações, barragens, rodovias e aterros, entre outros. A área Ambiental, por sua vez, aborda projetos ambientais, de saneamento, captação e tratamento de água e de sistemas de esgoto, bem como técnicas para prevenção e recuperação da degradação do meio ambiente.

Informações adicionais em:

Engenharia de Computação, Sistemas de Informação e Ciência da Computação

Seguidamente avaliados entre os melhores do Brasil, os cursos de computação da PUC-Rio formam profissionais disputados no sempre crescente mercado de trabalho. Em todos os cursos, a ênfase não é em tecnologias, que surgem e desaparecem a cada dia, mas sim em conceitos e técnicas fundamentais que preparam o profissional para um ambiente de constante evolução. Os cursos abrangem tanto áreas tradicionais da Computação, como desenvolvimento de programas e projeto de algoritmos, quanto áreas mais dinâmicas, como entretenimento, mídia digital, data science e inteligência artificial. Os alunos de Computação da PUC-Rio têm a oportunidade de realizar estágios e projetos em laboratórios inovadores, com reconhecimento nacional e internacional, dentro da própria universidade.

A Engenharia de Computação oferece uma sólida formação básica em engenharia que permite que o formado atue tanto na área de software, como é o caso de computação científica, aplicações de entretenimento ou software para dispositivos móveis, quanto em áreas que integram software e hardware, como é o caso de sistemas embarcados ou redes de computadores.

O Bacharelado em Ciência da Computação forma profissionais de liderança tanto na indústria de software como na academia. Seus egressos atuam em áreas de ponta da Computação, não apenas utilizando mas também desenvolvendo novas tecnologias, como linguagens de programação, motores para jogos ou ferramentas de manipulação de grandes massas de dados.

O Bacharelado em Sistemas de Informação forma profissionais para atuar na gestão e no desenvolvimento de sistemas de software voltados para as organizações, sempre atentos ao surgimento de novas tecnologias de informação e ao uso dessas tecnologias como ferramenta para a melhoria contínua dos processos de negócio.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_computacao.html

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/ciencia_computacao.html

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/sistemas_informacao.html

Engenharia de Controle e Automação

A formação em Controle e Automação tem foco na integração de diversos campos, em especial os de Mecânica, Elétrica e Informática. Neste sentido, o curso tem o objetivo de fornecer uma ampla visão do funcionamento de sistemas automáticos, envolvendo aspectos mecânicos, eletro-eletrônicos e computacionais, podendo o aluno se especializar, posteriormente, em uma dessas áreas.

O engenheiro de controle e automação é capaz de gerenciar tecnicamente projetos interdisciplinares e conta com um mercado de trabalho extremamente abrangente, que compreende indústrias como a aeronáutica, a automotiva, a petrolífera e a nuclear, além de empresas de automação predial, entre outras.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_automacao.html

Engenharia de Materiais e Nanotecnologia

Engenharia de Materiais e Nanotecnologia é a evolução natural da Engenharia de Materiais, pois incorpora um segmento reconhecidamente importante no desenvolvimento tecnológico contemporâneo, ou seja, a Nanotecnologia. Com a sua abrangência ampliada ao incorporar os mecanismos atômicos que controlam as propriedades dos materiais, este ramo da engenharia permite que os conhecimentos adquiridos sejam canalizados não apenas para o estudo dos materiais convencionais e suas propriedades, mas também, na concepção e implementação de novos processos de síntese e transformação que visam à obtenção de materiais nanoestruturados com características e funcionalidades inovadoras. Ao profissional cabe, então, um envolvimento com os procedimentos de síntese, processamento e caracterização dos materiais, conduzidos através de uma base sólida de conhecimento científico, que permitirá o entendimento e controle da estrutura cristalina, forma e tamanho dos materiais desde a escala atômica e molecular até o sistema macroscópico.

O Engenheiro de Materiais e Nanotecnologia se distinguirá por uma sólida base em Física, Matemática, Química e Materiais. Essa base científica torna este engenheiro apto a se comunicar e interagir em qualquer outro ramo da engenharia e atuar nas mais diversas áreas do setor produtivo. A forte base fundamental também facilita a multidisciplinaridade desta engenharia e amplia o campo de atuação de seus profissionais, permitindo que se adequem ao grande e diversificado trabalho das indústrias de base (mecânica, mineração, petróleo, metalurgia, química, etc) e das indústrias de bens de consumo (eletrônica, cosméticos, biotecnologia, fármacos, tintas, polímeros, etc).

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_nanotecnologia.html

Engenharia de Produção

É uma engenharia que conta com dinâmico mercado de trabalho, em virtude de seu vasto horizonte de atuação, nas áreas industrial, financeira e de serviços. Constitui um elo entre a tecnologia e a administração das organizações, ao lidar com a concepção, o projeto e o gerenciamento de sistemas produtivos de bens e serviços.

A formação desse engenheiro agrega conhecimentos básicos da engenharia principalmente nos campos de Mecânica, Civil e Química a conhecimentos aplicados ao setor de exploração e produção de petróleo. Adicionalmente, aprofunda seus conhecimentos em tópicos específicos como organização da produção, avaliação de custos e de projetos, noções de gestão financeira, transporte e logística, entre outros aspectos.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_producao.html

Engenharia do Petróleo

A quebra do monopólio estatal inaugurou um novo ciclo de expansão da atividade petrolífera no país. O aumento significativo da produção brasileira coloca essa indústria entre os segmentos mais dinâmicos da economia nacional, garantindo a ampliação de negócios e oportunidades profissionais.

Neste contexto, o programa de graduação da PUC-Rio tem o objetivo de capacitar o aluno a tratar de problemas relacionados às atividades de exploração, produção e transporte de petróleo e gás. A formação agrega conhecimentos básicos da engenharia – principalmente nos campos de Mecânica, Civil e Química – a conhecimentos aplicados ao setor de exploração e produção de petróleo.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_petroleo.html

Engenharia Elétrica

O curso oferece especialização em Eletrônica e Computadores, Sistemas de Energia Elétrica ou Telecomunicações. O currículo do curso é continuamente atualizado para acompanhar a evolução tecnológica. As disciplinas fornecem uma base sólida de conhecimentos em matemática, física, modelagem e computação. Também enfatizam o projeto e desenvolvimento de equipamentos, o uso intensivo de laboratórios e de sistemas computacionais.

O mercado de trabalho específico da Engenharia Elétrica abrange todas as empresas com atividades nas áreas citadas, em especial, empresas estatais e privadas geradoras, transmissoras ou distribuidoras de energia elétrica, empresas fornecedoras de serviços de telecomunicações, empresas de instalação ou desenvolvimento de sistemas automatizados, centros de pesquisa e indústrias produtoras de equipamentos e sistemas elétricos, de telecomunicações e de computação, empresas de consultoria e agências governamentais. O mercado de trabalho na área de serviços e as respectivas áreas em grandes empresas estatais e privadas absorve bom número dos nossos engenheiros, devido à sua excelente base matemática, a seus conhecimentos em modelagem e em informática, e à sua elevada capacidade gerencial.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_eletrica.html

Engenharia Mecânica

A Engenharia Mecânica constitui um dos ramos mais abrangentes da engenharia, englobando atividades como geração de energia, manufatura de máquinas e bens de consumo, projeto e fabricação de aeronaves, embarcações e automóveis, automação de sistemas mecânicos, entre muitas outras.

Incentivado pelos investimentos realizados nas áreas aeronáutica, automotiva, naval, de petróleo e energia, o mercado de trabalho do engenheiro mecânico está em franca expansão. Para atendê-lo, a formação desse profissional assenta-se em sólida base em matemática, física e química, sobre a qual são adicionados conhecimentos em materiais, mecânica dos sólidos, dinâmica e controle de sistemas, termodinâmica e mecânica de fluidos. O domínio de técnicas experimentais e computacionais é também fundamental ao exercício da profissão.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_mecanica.html

Engenharia Química

Os profissionais desta área têm um vasto campo de atuação que abrange, entre outras, as indústrias petrolíferas, petroquímicas, metalúrgicas, têxteis, agrícolas, de cimento, de alimentos, de fármacos, vidros e plásticos, biocombustíveis. O engenheiro químico responde pelos setores de projeto, operação, acompanhamento, otimização, controle e automação de processos, além de pesquisa e gerenciamento ambiental.

Na PUC-Rio, a Engenharia Química é um curso interdepartamental, ministrado pelos departamentos de Engenharia Química e de Materiais e Química. A possibilidade de dupla habilitação em Química e nas Engenharias de Produção, de Petróleo e Ambiental constitui um diferencial da formação do engenheiro químico da Universidade, que amplia ainda mais sua oportunidade de inserção no mercado de trabalho.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/eng_quimica.html

Física

Das partículas elementares ao Cosmos, é imenso o espectro dos temas estudados em Física. Os computadores, o laser, a decifração dos códigos genéticos e as telecomunicações constituem exemplos dos resultados de pesquisas na área, atribuindo ao físico uma importância cada vez maior no cenário mundial. O Bacharelado em Física da PUC-Rio fornece uma ampla base de conhecimento científico, tanto teórico quanto experimental. O curso se destaca por sua exigência e excelência, comprovadas pelas ótimas avaliações externas.

Nossos físicos egressos têm entrado com facilidade em programas de pós-graduação no Brasil e no exterior, e vêm se tornando profissionais atuantes em instituições de ensino e pesquisa. O Bacharelado oferecido pela PUC-Rio promove o desenvolvimento intelectual, a habilidade de raciocínio, a capacidade criativa e a independência que tornam os estudantes aptos a resolver problemas novos.

Tais qualidades, cada vez mais exigidas de todos os profissionais, ampliam as possibilidades daqueles que optam por uma rápida inserção no mercado de trabalho. Abre-se assim um largo espectro de oportunidades para os graduados, desde áreas técnicas até o mercado financeiro.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/fisica.html

Matemática

O Bacharelado em Matemática concilia um sólido embasamento nos principais campos da matemática (análise, álgebra, geometria, topologia e matemática aplicada) com uma grande flexibilidade curricular. O Bacharelado é conhecido pela sua excelência, tendo sempre recebido conceito máximo em todas as avaliações a que é submetido. Também é famoso pelo alto nível acadêmico dos alunos que atrai: nos últimos dez anos, metade dos bacharéis ingressou em programas de doutorado em diversas áreas, em instituições como Princeton, Harvard, New York University ou MIT.

A flexibilidade no currículo do departamento permite que os alunos personalizem a sua formação, cursando eletivas nos departamentos de sua escolha, vários inclusive cursam Engenharia, Computação, ou Física juntamente com o Bacharelado. A inserção profissional dos graduados é ampla e compreende segmentos como instituições acadêmicas, mercado financeiro, setor petrolífero e diversos órgãos de pesquisa do setor público.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/matematica.html

Química

O Bacharel em Química se capacita a trabalhar em laboratórios de pesquisa ou de indústrias. Ele pode executar, entre outras tarefas, trabalhos técnicos nas áreas de direção, supervisão, programação, assistência, perícia, avaliação, arbitramento, elaboração de pareceres, laudos e atestados. Também pode desenvolver métodos e produtos, realizar análises químicas, físico-químicas, biológicas, bromatológicas e toxicológicas, assim como ocupar cargos na área de padronização e controle de qualidade.

O contato permanente da graduação com o setor industrial dá ao estudante a oportunidade de participar de projetos industriais e de fazer estágios em grandes empresas. O aluno também encontra na própria Universidade a possibilidade de entrar em programas de iniciação científica nos laboratórios de pesquisa do Departamento de Química.

Informações adicionais em: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccg/quimica.html