Foram dois ouros e uma prata nas duas categorias da competição e todos os robôs da equipe ficam entre os Top 5 da competição


Missão cumprida: a RioBotz/PUC-Rio, equipe de robótica do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), foi campeã nas duas categorias da Roadsec 2017, conquistando dois ouros e uma prata. Este foi o saldo da equipe no campeonato nacional de combate de robôs do maior evento de hacking e tecnologia da América do Sul, realizado este fim de semana na Barra Funda, São Paulo, e que reuniu dez equipes de todo Brasil.

 

Os robôs Micro Maloney e Micro Touro fizeram uma dobradinha inédita de ouro e prata na categoria Antweight (454 gramas). Ambos chegaram invictos na final e, em uma disputa bem acirrada, o Micro Maloney levou o ouro por decisão dos juízes. O terceiro lugar ficou com o robô Duende, da Poli-USP.

O outro ouro conquistado pela RioBotz/PUC-Rio foi na categoria Beetleweight (1.4kg), com o Mini Puma, campeão invicto após cinco combates intensos contra robôs de arma ativa. Ele contou com acessórios específicos projetados para serem utilizados contra cada oponente, instalados no robô antes de cada combate.

O primeiro round foi contra o robô Bozinho (estilo tambor), prata em 2015 na mesma competição. Depois, foi a vez de enfrentar dois robôs da Poli-USP: o Ratnik, ouro em 2013 com uma barra horizontal giratória, e em seguida o D’Arc, ouro em 2016 com um tambor como arma. A performance do Mini Puma foi impecável, com vitória nas duas lutas, vencendo ambos os combates com dominância na pilotagem. Passada esta etapa, a semifinal e a final foram contra robôs da mesma equipe, do CEFET-MG: Tomahawk, com barra horizontal, e finalmente o DrumsDay, com tambor giratório. Com estas duas últimas vitórias, o ouro foi garantido.


No final, os três robôs Beetleweight da RioBotz ficaram entre os Top 5 da competição entre os 16 concorrentes da categoria. Por pouco os outros dois robôs que a equipe levou para a Roadsec não chegaram ao pódio: o Mini Maloney conquistou o quarto lugar na competição, perdendo a semifinal por apenas um ponto na decisão dos juízes. Já o Mini Touro, com um projeto inteiramente novo ainda em testes, veio logo em seguida, em quinto. “O nível da competição está muito elevado, por isso voltamos muito felizes, por termos vencido todas as categorias. E os alunos ganharam experiência, lidando com componentes de alta tecnologia e trabalho em equipe, tal como os profissionais do mercado”, reforça o Prof. Marco Antonio Meggiolaro, coordenador da RioBotz/PUC-Rio.

Informações para a imprensa:

APPROACH COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)
Tel.: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)
(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação)

www.approach.com.br