Equipe subiu ao pódio com robô novato na classe Beetleweight e fez boa campanha nas duas principais categorias

A tradição está mantida. A equipe RioBotz, do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), conquistou uma medalha de prata na 13ª edição do Winter Challenge e segue com a marca de sempre alcançar o pódio na maior competição de robôs da América Latina. O estreante Mini Puma, da classe Beetleweight (1,36kg), foi o responsável pelo feito que aumenta a trajetória de sucesso da RioBotz no torneio. Já são 48 medalhas – 29 ouros, 12 pratas e 7 bronzes – do time da PUC nas 12 edições em que participou, conquistadas por 18 robôs diferentes.

O equilíbrio foi a tônica do Winter Challenge em 2017, e muitas batalhas tiveram o vencedor definido apenas na decisão dos juízes – incluindo a final que terminou com a prata para o Mini Puma, na Beetleweight. A classe de 1,36kg esteve entre as mais disputadas e contou com medalhistas mundiais entre os 48 robôs concorrentes. “Foi o maior evento da história do Winter Challenge, bastante disputado. A filosofia de todas as equipes compartilharem seus projetos fez o Brasil se tornar o país mais forte em combate, e isso nivelou todo mundo por cima, com projetos bastante competitivos”, afirma Marco Antonio Meggiolaro, coordenador da RioBotz e professor do Departamento de Engenharia Mecânica do CTC/PUC-Rio.

O torneio registrou um recorde de 1047 pessoas envolvidas nos combates e contou com 411 robôs na soma de todas as categorias. Apesar de a medalha na Beetleweight ter sido a única da RioBotz, a equipe realizou campanhas sólidas e esteve próxima de alcançar o pódio nas principais classes. O Touro Light e o Touro Feather conseguiram boas sequências de vitórias e terminaram em quarto lugar na Lightweight (27kg) e na Featherweight (13,6kg), respectivamente. A posição foi a mesma para o Mini Maloney, que também concorreu na Beetleweight (1,36kg), do Mini Puma.

Vale destacar que os campeões da Lightweight e da Featherweight têm suas origens ligadas à RioBotz. A equipe OddBotz ganhou a Light com o robô Scrap, de Rodrigo Duque Estrada, que fez parte do time da PUC quando estudou na Universidade. Já a Feather foi vencida pelo robô Sei Não, de Marcos Marzano, da ImperialBotz, que também teve sua iniciação na robótica a partir da RioBotz.

Sobre a RioBotz/PUC-Rio 

A RioBotz/PUC-Rio foi formada em janeiro de 2003 com o objetivo de projetar e construir robôs de competição. Em 14 anos de muitas batalhas, a equipe já contabilizou 70 títulos, sendo 37 campeonatos nacionais e 33 medalhas de ouro em competições ao redor do mundo. Outras 68 medalhas são a soma de 39 pratas (19 delas internacionais) e 29 bronzes (17 internacionais), totalizando 137 medalhas.

A equipe é composta atualmente, em sua maioria, por alunos das Engenharias de Controle e Automação, Mecânica e Elétrica. Segundo Meggiolaro, participar de uma competição deste porte é um estímulo para os estudantes. “A Robótica é uma ciência multidisciplinar que fornece bases para a aplicação de diversas engenharias, dentre elas a Elétrica, Mecânica e de Computação. O aluno aprende um pouco sobre todas essas áreas e, principalmente, como integrá-las. No mercado atual, dificilmente se encontra um produto de alta tecnologia puramente mecânico ou elétrico: todas essas engenharias são importantes para a geração de um produto competitivo”.

Os integrantes da RioBotz têm a possibilidade de adquirir conhecimentos em áreas como mecânica, eletrônica, computação, publicidade, marketing, design e captação de recursos, além de utilizar na prática os conhecimentos obtidos em sala de aula. Embora seu foco seja a construção de robôs de combate, as tecnologias envolvidas podem ser aplicadas em diferentes setores como a indústria de energia, petróleo e médica.

Informações para a imprensa:
APPROACH COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)
Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)
Tels: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)
(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação)
Bianca Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)
www.approach.com.br