Alunos premiados têm longa experiência em olimpíadas e, juntos, somam mais de 75 medalhas. A CIMM reuniu cerca de 65 instituições do Brasil, México, Costa Rica, Equador, Colômbia e Argentina, que competem resolvendo problemas matemáticos em nível superior

Cem por cento de aproveitamento: todos os cinco estudantes do Departamento de Matemática do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) voltaram premiados da VII Competição Olimpíada Ibero-americana Interuniversitária de Matemática (CIMM), realizada de 11 a 17 de setembro, em Manaus. Das cinco universidades brasileiras participantes (PUC-Rio, IME, ITA, USP e Universidade do Estado do Amazonas), a PUC-Rio foi a única a conquistar estas medalhas: Rafael Kazuhiro Miyazaki e Igor Albuquerque Araújo levaram o ouro, Luize D´Urso foi prata e David Gonzales Stolnicki e Daniel de la Riva Massad conquistaram Menção Honrosa. A CIMM é uma competição anual destinada a alunos de graduação de universidades ibero-americanas, reunindo cerca de 65 instituições do Brasil, México, Costa Rica, Equador, Colômbia e Argentina, que competem resolvendo problemas matemáticos em nível superior. Entre os 36 alunos premiados, o Brasil conquistou 14 medalhas.

Os campeões da PUC-Rio têm longa experiência nestas competições. Rafael Miyazaki, de 21 anos, já acumula cerca de 50 medalhas, incluindo premiações em olimpíadas de Física, Astronomia, Linguística, Informática, Química, entre outras. Nesta Olimpíada Ibero-americana, ele já foi ouro em 2012, prata em 2013 e conquistou novamente o primeiro lugar agora. Miyazaki ainda concorreu duas vezes na Internacional Mathematical Olympiad (IMO), levando bronze em 2012 e prata em 2013. Já na International Mathematics Competition for University Students (IMC), realizada anualmente na Bulgária, ficou em segundo lugar em 2014 e 2015 e ganhou seu primeiro ouro este ano. No período escolar, também participou desde a quinta série da Olimpíada Brasileira de Matemática, recebendo medalhas em todos os anos nos quais competiu.

O aluno Igor Albuquerque Araújo de 19 anos, que ganhou o segundo ouro da PUC-Rio na CIIM, está no sexto período do bacharelado em Matemática e já participou de cerca de 20 olimpíadas de Matemática, Física e Química desde a 5ª série. Igor também competiu na IMC este ano, voltando para casa com uma medalha de prata.

Para a aluna Luize D’Urso, seu resultado foi uma grata surpresa: “A prova não foi tão fácil. Eu esperava um bronze e veio a prata!”. Com apenas 20 anos, a jovem, que está no quarto período, é medalhista desde os 11 anos e tem em seu currículo o título de heptacampeã da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

As menções honrosas recebidas pelos alunos David Gonzales Stolnicki e Daniel de la Riva Massad vão para aqueles competidores que, apesar de não terem conseguido a pontuação necessária para ganhar medalha, merecem ser citados pelo trabalho realizado. David Gonzales, de 20 anos, está no sexto período da graduação e participou da competição pela primeira vez. “Estou muito feliz de poder representar a PUC-Rio numa competição internacional de alto nível como a CIIM. Voltar com essa honra foi uma alegria a mais”, afirma o estudante.

Informações para a imprensa:
APPROACH COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)
Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)
Tels: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)
(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação Integrada)
Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)
www.approach.com.br