Programa criado no Laboratório de Inteligência Computacional Aplicada (ICA), do CTC/PUC-Rio, treinado com poemas dos autores, aprendeu as relações das palavras e, de maneira inteligente, mistura as estrofes para formar novos poemas com ajuda da tecnologia

O Prof. Marco Aurélio Pacheco, coordenador do Laboratório de Inteligência Computacional (ICA) do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), junto com um grupo de dois alunos de doutorado, Cristian Muñoz e Smith Arauco, acabam de criar um programa que simula a escrita dos autores Carlos Drummond de Andrade e o chileno Pablo Neruda com inteligência artificial. Utilizando uma rede neural de aprendizado profundo, o programa aprende as relações entre as palavras e faz interações entre elas para transformá-las em versos e frases com sentido. O projeto aprende o estilo dos escritores e os reproduz fielmente.

Os alunos escolheram 200 poemas de Drummond e o livro “100 sonetos de amor” de Neruda para realizar o projeto. Baseado em probabilidade, o sistema enxerga padrões nas frases e tenta segui-los de acordo com os poemas com os quais foram treinados. Para usar o programa, o primeiro passo é digitar uma palavra ou expressão. Em seguida, o modelo irá criar um texto interagindo os termos presentes nas obras de um dos autores que está na memória. Cada sentença tem a cor do escrito da qual foi retirada. Quanto mais colorido, mais misturado o poema está. “Ele não copia os textos, se direciona pela probabilidade e simula o estilo do autor. Isso é uma rede neural de terceira geração, chamada Rede Recorrente de Aprendizagem Profunda, que capta informações que não são óbvias. Tem altíssima capacidade de aprendizado e precisa de alto poder computacional para fazer isso”, explica Pacheco.

Segundo o professor, o projeto revela uma iniciativa do ensino superior brasileiro. “Todos os trabalhos desse tipo são estrangeiros. Estamos aqui querendo mostrar que também temos essa competência de criação e que podemos usá-la com aplicações de interesse nacional. Escolhemos Drummond pois esse ano ele faria 115 anos e o Neruda foi escolhido pelos alunos de idioma espanhol que criaram o programa”, conclui o professor.

 

Informações para a imprensa:

APPROACH COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)

Tel.: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)

(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação)

Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)

www.approach.com.br