Aplicativo feito por alunos do Programa de Formação para Desenvolvimento iOS conquistou o júri ao levar a pipa para o mundo virtual

O game League of Kites faturou o título da categoria Jogos na 5ª edição do Campus Mobile, promovido pelo Instituto NET Claro Embratel. Idealizado e criado pelos estudantes da PUC-Rio Mateus Cunha, de Desenho Industrial, e Leandro Morgado, de Engenharia da Computação, integrantes da turma do Programa de Formação para Desenvolvimento iOS, coordenado pelo Laboratório de Engenharia de Software (LES) do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), o jogo deu seu primeiro grande passo ao conquistar brasileiros e estrangeiros interessados em vivenciar – nas telas de smartphones e tablets – as batalhas de pipa das ruas. O jogo pode ser testado no site www.leagueofkites.com e, como o próprio nome diz, é fiel às características tradicionais da brincadeira de soltar pipa e reproduz com realismo os movimentos da pipa e da rabiola. Com a conquista, o League of Kites segue agora para aperfeiçoamentos do software antes de lançar sua versão 1.0, em junho, nas lojas de aplicativos Apple, Android e Windows Phone.

“É um orgulho ver os nossos alunos tendo destaque nacional e desenvolvendo uma tecnologia de ponta e à altura do que o mercado demanda”, reforça o Prof. André Lucena, do Programa de Formação para Desenvolvimento iOS, coordenado pelo Laboratório de Engenharia de Software (LES) do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), e orientador dos alunos na elaboração do jogo. Mateus Cunha e Leandro Morgado consideram que as mudanças de implementação, gráficos aperfeiçoados e uma nova interface contribuíram para o prêmio. “Inserimos a rabiola, refinamos o corte da linha, oferecemos a opção de jogar offline e aprimoramos a interação com os usuários. Vamos agora à fase dos testes internos e depois à do Beta Teste, onde faremos o chamado teste de estresse, quando diversos jogadores estão on line ao mesmo tempo. Tudo será rigorosamente avaliado antes do lançamento oficial do jogo”, revela Leandro. O parceiro Mateus comemora e agradece aos que se cadastraram no site para avaliar o game: “Além dos brasileiros, tivemos gente da Jamaica, Inglaterra e até do Paquistão jogando o League of Kites”. Na primeira fase de testes, cerca de 80 pessoas se cadastraram para experimentar o jogo e colaborar com dicas de melhorias.

O jogo desenvolvido no CTC/PUC-Rio superou 14 oponentes para chegar à final do Campus Mobile e venceu agora outros dois aplicativos para conquistar o prêmio da categoria Jogos. Os vencedores garantiram R$ 6 mil (seis mil reais) em dinheiro e uma viagem para conhecer o Vale do Silício e a Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Paixão mundial que migra para a tela do celular 

Ao participarem em agosto de 2015 do Festival de Pipas de São Gonçalo-RJ, o maior do Brasil, Mateus e Leandro confirmaram que o público gostaria de uma plataforma virtual que simulasse as batalhas. “Quem solta pipa dá um valor inimaginável àquilo. Corre até riscos. A ideia foi transformar a pipa numa competição, como se fosse uma Copa do Mundo. O League of Kites não é apenas para pipeiros, mas para qualquer pessoa que queira se divertir”, afirma Leandro.

Para criar o jogo, Mateus Cunha e Leandro Morgado inspiraram-se na paixão e no comprometimento envolvidos na brincadeira, além de ser uma atividade tipicamente carioca. “Dibicar, cortar, puxar, fazer rabiola, raia etc. Tudo isso já está programado no jogo. Mas abrimos mão do cerol (vidro moído colado à linha) por ser uma prática ilegal e perigosa. No lugar dele, vamos fazer a linha ter poderes e utilizá-la de forma lúdica no jogo”, explica Mateus. A proposta dos alunos é mostrar que soltar pipa é uma brincadeira positiva, que remete à infância, uma coisa de família, que o pai ensina para o filho. “Trouxemos para o jogo o pipódromo, que é um espaço aberto, como um campo de futebol, sem postes e estradas, totalmente seguro. Uma espécie de estádio de pipa, como deve ser de verdade”, reforça Mateus.

Apesar do game ser originalmente brasileiro, o público-alvo não está restrito a apenas um país, por isso o nome em inglês. Em pesquisas realizadas para aperfeiçoamento do aplicativo, os desenvolvedores descobriram que a atividade é popular em outros países da América Latina e na Ásia, especialmente na China e na Índia. Usuários de Jamaica, Paquistão e até da Inglaterra interessaram-se pelo jogo desde a primeira fase de testes. Por esse motivo decidiram dar um caráter global ao League of Kites, onde o jogador compete em ligas, disputadas em arenas localizadas em diversas cidades do mundo.

Informações para a imprensa:

APPROACH COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)

Tels: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)

(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação Integrada)

Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)

www.approach.com.br