As salas 232 e 234, do Prédio Leme, na PUC-Rio, na Gávea, vão receber no dia 31/01 (sexta-feira), a partir das 18h, 55 gamers que terão 48h para criarem jogos para a Global Game Jam GGJ, o maior evento de criação de jogos do mundo. Ele já faz parte do calendário anual de desenvolvedores de jogos e tem o intuito educacional de incentivar tanto a criação de novos games, quanto a formação de novos gamers e a colaboração entre interessados no tema. Até as 18h do dia 01/02 (domingo), todos os participantes, no mundo todo, poderão desenvolver, em grupo ou individualmente, quantos jogos puderem e que tenham a ver com um tema específico, que a GGJ só irá apresentar no dia 31. Ritual, Ondas, Transmissão e Lar já foram temas de anos anteriores. Em seguida, todo os jogos são compartilhados e disponibilizados no site da Global Game Jam – https://globalgamejam.org/games.

“Muitos participantes da GGJ nunca fizeram um jogo ou nunca tiveram colaboração e acabam conhecendo outros interessados em desenvolver jogos. Os jogos enviados ficam disponíveis para que outras pessoas possam baixar e joga-los. Também sempre há apoio de empresas de tecnologia que patrocinam o evento e lançam desafios que oferecem prêmios, em paralelo ao evento principal”, explica o Prof. Augusto Baffa, do Departamento de Informática e responsável pelo evento na PUC.

Esta é a quinta vez que a PUC-Rio participa da GGJ e ela é resultado da parceria do Departamento de Informática com o Departamento de Artes & Design, já que ambos oferecem disciplinas referentes à criação de games. “O desenvolvimento de um jogo sempre implica na parceria entre programadores e artistas, pois são áreas complementares e essenciais na criação de um game atraente visualmente e na forma de se jogar”, explica Baffa. Esta parceria conta com a participação do Laboratório ICAD/Visionlab, coordenado pelo Prof Bruno Feijó, do Departamento de informática e responsável por pesquisar e desenvolver jogos desde 1997 na PUC-Rio. Do lado de Artes & Design, o apoio à participação dos alunos na GGJ vem dos professores Guilherme Xavier, supervisor do NINJA (Núcleo Interdisciplinar de Jogos Aplicados), João Bonelli, do LIFE (Laboratório de Interfaces Físicas Experimentais) e Maria das Graças de Almeida Chagas, que já coordenou o Curso de Extensão em Design e Desenvolvimento de Jogos 3D.

Informações para a imprensa: 

APPROACH COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)

(21) 3461-4616, ramais 191 e 192 / (21) 9-9301-4332 (Approach Comunicação) 

(21) 3527-1303, ramais 35 e 43 (CTC/PUC-Rio)

Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br

www.approach.com.br