Departamento de Informática do CTC/PUC-Rio ficou responsável por funcionalidade que filtra e gera alertas personalizados a partir de notificações relacionadas a transportes que chegam ao COR

De 5 a 21 de agosto, durante as Olimpíadas 2016, são esperadas de 500 mil a um milhão de pessoas na cidade do Rio de Janeiro. A fim de monitorar os deslocamentos necessários para atender este fluxo tão elevado, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, com o apoio da PUC-Rio, desenvolveu novos recursos tecnológicos para monitoramento da operação olímpica de transporte, que estarão disponíveis a partir do dia 5 de agosto.

Para isso, o Departamento de Informática do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) — representado pelos professores Sérgio Lifschitz, Markus Endler e Simone Barbosa — foi o responsável pelas funcionalidades de Mensageria (coleta, filtro de informações e envio de alertas customizados) e Dashboard (tela em que as informações são apresentadas e classificadas em tempo real), que funcionam integradas ao Geoportal, software de gestão operacional do COR. O projeto contou também com a colaboração do Centro de Gestão Integrada de Riscos da PUC-Rio (CGIR), cuja experiência na questão da mobilidade durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, foi importante para o desenvolvimento das funcionalidades.

O Geoportal tem mais de 250 camadas de informações georreferenciadas que permitem uma visão integrada dos dados fornecidos pelas agências de serviços públicos. Ele irá receber as informações da Mensageria, responsável pela coleta e filtro dos milhares de dados provenientes de empresas e aplicativos de táxis, carros de passeio, ônibus, BRT e VLT, além de dados da CET-Rio e dos aplicativos Moovit e ZUP-Rio (este último, criado especialmente para operação de megaeventos). Estes dados serão apresentados no Dashboard: um telão cujo design de fácil entendimento, estará disponível no COR e acessível também aos dirigentes e gestores de alto nível da prefeitura, governo do estado e governo federal.

Informações básicas de tráfego, como: disponibilidade de táxis, ruas congestionadas, tempo de circulação pelos principais locais da cidade, por exemplo, estarão integradas e disponíveis para apoiar a tomada de decisões estratégicas na gestão da operação durante os Jogos. “A proposta é ter uma visão completa de tudo que acontece na cidade, a qualquer momento, praticamente em tempo real”, ressalta Lifschitz.

O aprimoramento da gestão integrada de transporte é um avanço que ficará de legado para a cidade, permitindo um novo (e mais elevado) nível de monitoramento e integração entre os modais e as agências públicas. Neste sentido, o apoio em desenvolvimento tecnológico da PUC tem relevante papel na preparação da cidade para os Jogos e os resultados deste trabalho continuarão a ser utilizados pelo COR após o período olímpico.

Informações para a imprensa:
APPROACH COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)
Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)
Tels: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)
(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação Integrada)
Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)
www.approach.com.br