Com um encontro dinâmico na IV SIEng, diretor da empresa deu dicas aos alunos e abordou temas como inclusão, diversidade, mercado de trabalho e carreira

Inclusão social, promoção da diversidade e mercado de trabalho estão entre os principais temas da palestra “Processo Seletivo”, promovida pela Comunidade Empodera!, no dia 22, durante a IV Semana Integrada de Engenharia do Centro Técnico Científico da PUC/Rio (CTC/PUC-Rio). O diretor da empresa, Leizer Vaz Pereira, iniciou o encontro já passando a bola para a plateia, que participou ativamente nas duas horas de interação. Com um público majoritário de estudantes de Engenharia, a pergunta de abertura foi: “Por que eu, como empregador, contrataria um engenheiro? ”. As múltiplas respostas levaram a um consenso: por causa do raciocínio lógico, da estruturação do pensamento e da capacidade de resolver problemas. Pensando nesse perfil, iniciaram-se as discussões que abordaram os estágios de um processo seletivo para temas como programas de trainee, perfis procurados pelas empresas, diferenciais etc.

Na primeira parte da palestra, focada nas etapas de um processo seletivo, Pereira falou sobre como cada candidato deve se preparar para sua apresentação pessoal, a importância da dinâmica de grupo (e o porquê de esta ser uma categoria classificatória), como controlar o nervosismo e a ansiedade, dentre outros. “Durante o processo, não se avalia se somos bons ou não, mas se estamos no perfil adequado para a empresa”, afirmou o palestrante. Os filtros utilizados para seleção, como idade, idiomas falados, experiências com intercâmbio, nível de excel, universidade cursada e tempo de formado foram exemplificados.

Porém, o ponto alto do evento foi a relação das pautas sociais contemporâneas (machismo, racismo, inclusão social, diversidade de gênero etc.) com estes processos de seleção. Em um momento em que as mulheres ganharam o microfone, foi discutido um dado alarmante: elas ocupam apenas 13% dos cargos de direção no País. Neste momento, o diretor da Empodera! estimulou a plateia a pensar os motivos que levam a isto, que vão desde o preconceito, até fatores como desejo de maternidade etc. Ao serem perguntadas se desejariam ocupar cargos executivos, a resposta foi unânime: sim!

Para encerrar, os convidados foram introduzidos à Comunidade Empodera!. “A Empodera! é uma plataforma gratuita que prepara jovens talentos para os processos seletivos e o mercado de trabalho. Estamos identificando novas lideranças no Brasil para acelerarmos as transformações sociais que tanto queremos, com mais respeito e valorização das mulheres e da população LGBT. Eu quero que os negros ocupem seus espaços de direito. Que as pessoas com deficiência tenham dignidade no trabalho. Esse Brasil é um País de oportunidades. Esta é a geração mais bem preparada que temos, e a Empodera! está a serviço de vocês para transformar todo o potencial em resultados”, finalizou Leizer Pereira, sendo ovacionado pelo auditório lotado.